quinta-feira, novembro 30, 2006

Liga bwin: Relatórios e Contas

Será que vale a pena ser sério nas contas dos clubes? Por este exemplo negro parece que não.

E para que conste, o Relatório e Contas desse tal clube mostra um passivo superior a 12 Milhões de Euros, não estando disponível para consulta dos sócios antes da respectiva AG.

Não é só no campo que se demonstra a nossa superioridade. Claramente aqui fomos e somos muito superiores.

quarta-feira, novembro 29, 2006

A primeira final

Que não haja grandes dúvidas: começa a ser fundamental amealhar pontos, principalmente em casa. Lembremo-nos de pontos que o SC Beira-Mar já perdeu em casa frente a concorrentes directos (Setúbal e Aves, por exemplo) e de como os perdeu. Numa equipa cujo objectivo crucial da época é a manutenção, os jogos em casa tornam-se autênticas finais.

Foi hoje anunciado na imprensa desportiva que a Direcção fez pessoalmente chegar aos jogadores da importância do jogo contra o Belenenses. Por muito que digam que é uma pressão extra, eu só posso aplaudir tal atitude. Profissionais têm de saber lidar com pressão. Alias, deve saber superá-la e superar-se perante ela. E depois, relembro o que dizia o Relatório de Contas..."A sustentabilidade do Clube depende da manutenção na I Liga".

terça-feira, novembro 28, 2006

Notas

  1. O Beira-Mar vai jogar para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal frente ao Santana da 3ª divisão nacional. O jogo vai ser disputado dia 7 de Janeiro no Municipal de Aveiro.
  2. A Federação Portuguesa de Futebol promoveu um workshop destinado aos 32 Clubes da Bwin Liga e Liga de Honra sobre os procedimentos para a inscrição nas competições europeias. Apenas 10 Clubes compareceram ao workshop, tendo o Beira-Mar sido um deles. Este facto mostra a falta de profissionalismo global na gestão do futebol português. Convém recordar, que há dois anos o Rio Ave não pôde participar na Taça UEFA por não ter feito a sua pré-inscrição dentro dos prazos estabelecidos.
  3. A ler o fantástico trabalho de casa do Hugo Reis sobre a participação até agora do Beira-Mar na Bwin liga.

segunda-feira, novembro 27, 2006

E porque pensar à Beira-Mar...

... é pensar em toda a actividade do Clube e não apenas no futebol profissional, importa destacar as vitórias das equipas séniores masculina e feminina em basquetebol, e da equipa sénior masculina de futsal.

Académica 3 - Beira-Mar 1

Lá se foi o orgulho pelo cano abaixo. É difícil falar de um jogo que não vi, mas as opiniões parecem ser consensuais: o Beira-Mar fez uma boa primeira parte, chegou com justiça à liderança no marcador, mas voltou a não conseguir segurar a vantagem. O Beira-Mar tem apresentado uma dificuldade crónica em não sofrer golos, sendo de longe a pior defesa do campeonato. Com esta derrota o Beira-Mar desce à zona da despromoção, tornando o próximo jogo em casa frente ao Belenenses muito importante. Não lhe chamo uma final porque ainda falta muito campeonato pela frente, e acredito que o Beira-Mar não pertence ao grupo das duas piores equipas da competição. Há é que demonstrá-lo em campo.

quinta-feira, novembro 23, 2006

Uma questão de orgulho

"Parabéns pela Inovação. Primeiro estádio na segunda divisão". Foi esta a faixa que há dois anos a claque da Académica trouxe a Aveiro numa altura em que o Beira-Mar já estava matematicamente despromovido. O próximo jogo coloca precisamente frente-a-frente os intraquilos Beira-Mar e Académica, representando muito mais que a simples disputa de três pontos. É uma rivalidade histórica, que muitos jogadores poderão até desconhecer. Por esta razão, aqui fica o desejo de ver no próximo Domingo uma equipa que mostre o porquê de ter sido campeã da Liga de Honra, e que traga de Coimbra um resultado que nos encha de orgulho.

Os Ultra Auri-Negros estão a preparar mais uma deslocação. O jogo é perto, e todo o apoio será importante. Mais informações poderão ser consultadas no site da claque.

Nota: O último jogo de basquetebol da equipa sénior masculina pôs frente-a-frente Galitos e Beira-Mar no pavilhão do Galitos. O jogo terminou com uma importante vitória do Beira-Mar por 78-66. Num jogo com uma excelente assistência, gostaria de agradecer o apoio dos Ultra Auri-Negros, que permitiram que a equipa se sentisse a jogar em casa. Seria bem mais confortável escrever umas palavras anónimas pela blogosfera a criticar as derrotas da equipa. Estes são no entanto aqueles que acompanham o Clube nos bons e maus momentos. Aqui fica o meu agradecimento.

segunda-feira, novembro 20, 2006

I Tertúlia "Pensar à Beira-Mar"


É com enorme prazer que a equipa deste blog anuncia e vos convida a todos a participarem na I Tertúlia "Pensar à Beira-Mar". Pretende-se com esta iniciativa promover a discussão aberta, mas integra; audaz, mas inteligente; objectiva, mas coerente; incisiva, mas construtiva daquilo que a todos nos move: o futuro a longo prazo do SC Beira-Mar.

Não se trata mais do que uma mera continuação daquilo que é o nosso/vosso blog: uma forma de deixar fluir pensamentos e opiniões sobre o que pode tornar o nosso clube melhor, sem nunca partir para a crítica fácil e imediata daqueles que todos os dias dão a cara e o trabalho em prol do nosso Clube. Por isso e como tal rejeitamos o apontar de dedo para o passado ou presente. Queremos apenas lançar ideias e abrir espaço de discussão. Sem mais intenções.

Convidamos, pois, todos os nossos leitores, amigos e demais interessados a participar. Dia 19 de Dezembro, pelas 21h30, no Bar do Teatro Aveirense.

domingo, novembro 19, 2006

Beira-Mar 1 - Setúbal - 1

Aviso à navegação. O jogo entre o Beira-Mar e o Setúbal foi, no mínimo, muito mau. O espetáculo foi pobre, num jogo entre duas equipas com evidentes limitações. Custou-me ver, num jogo onde era importante vencer, tamanha apatia e falta de garra frente a um adversário que se mostrava satisfeito com o empate. Mesmo a jogar mal, o Beira-Mar criou algumas oportunidades que poderiam ter dado um jogo mais tranquilo, e por ventura mais bem conseguido. Incrivelmente após o golo marcado, a equipa retraiu-se e acabou por sofrer um golo num lance que me fez lembrar o filme dos golos sofridos da equipa de há dois anos atrás. Como é que num livre a meio do meio campo, aparece o avançado do Setúbal na cara do guarda-redes solto de qualquer marcação? Obviamente que a dar estes bónus não se pode pensar em vencer jogos. O que mais me preocupa é que, de jogo para jogo, a equipa me parece cada vez pior. Ou se quebra esta tendência, ou vamos ter um ano muito complicado pela frente.

Observação: Estavam no estádio 1440 pessoas.

quinta-feira, novembro 16, 2006

Primeiro Teste

O Beira-Mar da era Carvalhal tem amanhã o primeiro teste, e logo frente a um adversário directo. Para além da injecção de moral na equipa, uma vitória implica passar o Setúbal na classificação, pelo que acredito que este pode ser um jogo importante nesta época. Por essa razão, esperava um pouco mais de marketing à volta da partida. Jogar a uma sexta-feira que se prevê de chuva, às 20h30 e ainda por cima com transmissão televisiva, pode implicar, para não dizer que é certo, que uma vez mais iremos ver o Estádio Municipal de Aveiro às moscas. Já aqui foi falado por diversas vezes, mas nunca é demais repetir. Ou de uma vez por todas se faz algo para atrair as pessoas ao Estádio, ou o divórcio entre Clube e adeptos será cada vez maior. Uma vez que a receita televisiva está garantida, porque não cativar os adeptos com preços especiais ou oferecer bilhetes para acompanhantes? Sinceramente custa-me a compreender, mas cada vez mais este discurso parece tornar-se num sermão aos peixes...

sexta-feira, novembro 10, 2006

Sempre a Pensar à Beira-Mar

Fiquem atentos caros leitores e bloggers. Estamos a preparar supresas e novas formas de Pensar à Beira-Mar.

Resultados do Inquérito

António Sousa continua a ser um homem querido entre os adeptos auri-negros. Das 10 hipóteses dadas aos leitores do Pensar à Beira-Mar, António Sousa seria a escolha da maioria. Este facto está naturalmente associado às épocas em que, sob o seu comando, o Beira-Mar conseguiu ter um desempenho positivo na 1ª divisão do futebol português. Em segundo lugar, aparece Carvalhal, reunindo a preferência de cerca de 26% dos votantes. Parece portanto um nome com crédito junto dos adeptos.

Confesso que, se fosse tão fácil escolher um treinador como carregar num botão, a minha dúvida seria entre Peseiro e Carvalhal. São ambos treinadores que já deram provas de capacidade, e representam um pouco uma "lufada de ar fresco" no futebol português.

Por fim, destaque para um curioso 4º lugar para Luís Campos, que tão má memória traz aos adeptos do clube. Será injusto no entanto culpá-lo em exclusivo pela terrível época de há 2 anos atrás. Foi uma época que desde muito cedo se previa o desfecho que infelizmente se veio a verificar, pelo que Luís Campos poderá será ainda uma pessoa com uma palavra a dizer no nosso futebol.

quinta-feira, novembro 09, 2006

Oficial

É oficial. Este é o homem que vai conduzir o futebol profissional do Beira-Mar. Trata-se, na minha opinião, de uma escolha acertada. Os resultados o dirão. Boa sorte Carvalhal.

quarta-feira, novembro 08, 2006

Inquérito

Face à inesperada situação que vive o Beira-Mar em função da saída de Augusto Inácio, queremos a sua opinião sobre quem gostaria de ver no comando da equipa auri-negra. Para isso, basta votar no inquérito. Se pretender ver incluído mais algum nome poderá fazê-lo através dos comentários.

Nota: Votação termina às 00.00 de 10 de Novembro

terça-feira, novembro 07, 2006

E agora...?

A confirmarem-se os último rumores sobre a saída de Augusto Inácio para o Ionikos da Grécia, grandes sao os desafios que avizinham para a equipa senior do SC Beira-Mar do qual, relembremos, "depende toda a sustentabilidade financeira do Clube".

Questão prévia:

Quais as vantagens financeiras para o Clube da "transferência" de Inácio para a Grécia. Ou será uma "chicotada psicológica" encenada e bem orquestrada na "fuga para a frente" para o Mar Iónico? A ser verdade que Inácio foi de livre e espontanea vontade para a Grécia, suponho que o Clube tenha alguma compensação a receber por ficar sem treinador a meio da época. Um pouco à semelhança do que aconteceu a Co Adrianse no FC Porto... Caso seja um acordo entre a Direcção e o Treinador - que relembremos fez o Beira-Mar regressar ao convivio dos grandes -, então se diga abertamente, senão o efeito "chicotada" dissolve-se, se é que era necessário.

Em minha opinião, não era.

E digo-o sem problema. A saída de Inácio agora é despropositada, indesejável e desnecessária. Não obstante, parecia quase inevitável, por muito antitético que possa parecer. A verdade é que a equipa estava abaixo das expectativas e com poucos pontos... Mas como já disse aqui, tenho sérias dúvidas que a saída resolva o "problema".

E agora...?

Os rumores dizem que Inácio pode querer levar alguns jogadores consigo. Naturalmente, o medo de todos os adeptos é que a actual joia do plantel (não, não falo de Jardel...) saia. Falo obviamente de Diakité.

Todo este processo ainda envolto em grande nevoeiro, pode querer fazer transparecer a necessidade de mudar algo. Resta saber se conduzirá aos resultados desejados.

Acima de tudo, a eventual venda de jogadores cria um dilema fundamental: vender para ficar sustantavel financeiramente, ou não vender para ficar sustentavelmente na Primeira? Infelizmente não tenho resposta a este dilema porque não tenho todos os dados na mão. Há alternativas a jogaores que eventualmente saiam. Naturalmente. Conseguirão o mesmo nivel exibicional ou ainda superior? Talvez sim, talvez não. Precisará o Clube de receitas urgentes? Parece cada vez mais claro que sim.

O futuro dirá se estou enganado, mas a confirmar-se todo este cenário que agora se põe, parece-me que o plantel irá sofrer algum emagrecimento ao nível salarial. Treinador mais barato, jogadores vendidos e os que chegaram, serão por empréstimo. Quanto ao treinador mais barato, desde que obtenha resultados (manutenção, nivel exibicional da equipa, preocupação com a formação, etc...) então não ha grande problema. Quanto ao segundo, talvez não seja muito fácil encontrar pérolas como Diakité. Ainda no jogo da Luz se percebeu o quanto a equipa se ressente da sua ausência. Quanto aos jogadores emprestados, é uma política de curto prazo, que por vezes resulta, mas não garante sustentabilidade, para além da natural dependencia dos donos dos passes...

Nós que pensamos à Beira-Mar ficaremos atentos a esta situação porque tem obvias repercussões profundas no nosso Clube. Reitero mais uma vez que até aqui este cenário é apenas baseado em rumores já publicados no Olheiro da Ria, mas que pela gravidade da confirmação obriga necessariamente a esta análise e acompanhamento.

Choque

Segundo o sempre bem informado Miguel Bartolomeu, Augusto Inácio acaba de assinar pelo Ionikos, 14º classificado do campeonato grego. Não sei se é da hora tardia, mas sinceramente ainda não consigo encontrar uma razão válida para a saída. Pior que isso, é a possibilidade avançada de sairem 2 a 3 jogadores com o treinador. Conhecendo como conheço o plantel, não me custa adivinhar quem poderão ser os nomes a sair: Diakité, Rui Lima ou Tininho. Espero que não comece aqui o desenho da descida de divisão.

segunda-feira, novembro 06, 2006

Futsal Empata

A equipa de Futsal do Beira Mar foi este sábado dia 4 de Novembro até ao Fundão jogar com a equipa do Alcaria jogo que terminou empatado 6-6.

As dificuldades já eram conhecidas com uma viagem de cerca de 3 horas e pouco tempo de descanso até começar o jogo. Dessa forma a equipa do Beira Mar entrou algo apática e tarde ou nunca se encontrou. Depois de começar a perder 1-0, um desconto de tempo pedido por José Romão e algumas mexidas na equipa inicial fizeram acordar ainda que momentaneamente a equipa do Beira Mar que virou o resultado em dois contra ataques.

Depois deste bom momento, unico em todo o jogo, a equipa voltou a desperdiçar oportunidades de golo em contra ataques sucessivos dada a pressão alta que a equipa do Alcaria tentava fazer sem grande capacidade.

As equipas chegaram ao intervalo com resultado de 3-3 fruto de erros da defensiva do Beira Mar e também de alguma falta de eficácia que não permitiu dilatar o resultado para os Auri Negros.

A segunda parte começou praticamente com dois golos da equipa do Alcaria e com 5 faltas em apenas 5 minutos da equipa do Beira Mar. Desta forma houve dificuldade em aguentar a pressão. No entanto através de alguns lances individuais conseguiu novamente virar o marcador fazendo um parcial de 0-3 e chegando ao 6-5.

Quando já se pensava que os três pontos vinham para Aveiro, e faltando 10segundos para o fim do jogo, a equipa do Alcaria que jogava com o 5º homem conseguiu o 6-6 final.

Jogo de fraca qualidade, onde apenas os golos quebraram a monotonia de um futsal mal jogado.

Marcadores: Gil Balseiro (2), Diogo Cardoso (2), Paulito (1), Bruno Simões (1).

O Beira Mar encontra-se agora em 4º classificado com 11 pontos a 5 pontos do 1º classificado, que é agora a equipa do Viseu Futsal.

Próximo jogo: Beira Mar vs Pinheiro - Sábado- 18:30h

domingo, novembro 05, 2006

Derrota Previsível

Antes de escrever alguma coisa sobre este jogo tive o cuidado de ler o que foi aqui escrito sobre a derrota no Estádio do Dragão onde o Beira-Mar obteve precisamente o mesmo resultado. O jogo era do mesmo grau de dificuldade, e o Beira-mar vinha igualmente de um resultado moralizador. A minha opinião sobre ambos os jogos é exactamente igual. O Beira-Mar não conseguiu fazer frente a um adversário claramente superior, com outro tipo de argumentos.

Sobre a exibição da equipa, importa salientar a falta de Diakité no meio-campo, a expulsão infantil de Buba e, de uma vez por todas, a clara inadaptação de Ricardo para jogar a defesa direito. Sinceramente, tenho dificuldade em apontar o melhor jogador do Beira-Mar em campo.

Basquetebol

Estou mal disposto. Muito mal disposto. Perdemos, e detesto perder.

sexta-feira, novembro 03, 2006

Futebol e Futsal jogam fora..

... sobra o basquetebol em casa.


Conforme regra este ano, a secção irá homenagear mais um atleta histórico da casa. Desta vez, será Alexandre Pires o visado. Quem pretender deixar uma mensagem que será entregue ao atleta poderá fazê-lo aqui.

quinta-feira, novembro 02, 2006

Contas Aprovadas

A Assembleia Geral de sócios aprovou por maioria as contas do SC Beira-Mar, relativas à época de 2005/2006. Mesmo com um saldo negativo, os resultados foram explicados pelo Dr. Caetano Alves na aposta efectuada para a subida de divisão. Mais uma vez foi reforçada a ideia da impossibilidade do clube resistir financeiramente a uma longa permanência na Liga de Honra.

Quanto ao resto, importa destacar a pouca afluência de sócios na reunião, o que não deixa de ser estranho em função das críticas que alguns têm expressado nos comentários pela blogosfera do Beira-Mar. De facto, ali há um grande problema: as opiniões não são anónimas nem escondidas por detrás de nomes fictícios. Neste aspecto, honra seja feita ao ex-presidente do Beira-Mar que fez questão de, no sítio correcto, pedir explicações sobre as contas do Clube.

Foi igualmente comunicado que, em Dezembro, decorrerá uma Assembleia com o intuito de ser efectuada uma revisão aos estatutos do Clube, bem como de discutir outros assuntos de interesse. Acredito que esta tenha condições para ser uma Assembleia bem mais concorrida.