sábado, setembro 30, 2006

Naval 2 - Beira-Mar 1

Facto 1 : O Beira-Mar já desperdiçou 7 pontos nos últimos 5 minutos dos jogos. Por aqui já se vê que alguma coisa não anda bem, e a falta de sorte já começa a ser uma justificação difícil de engolir.

Facto 2: O Beira-Mar não merecia ganhar o jogo de ontem. Mas também não merecia ter empatado contra o Leiria e empatou. O futebol é assim mesmo.

A exibição foi, no mínimo, fraca. Mas mesmo a jogar mal o Beira-Mar poderia ter vencido o jogo. Depois de ouvir as declarações de Augusto Inácio, fiquei com a sensação que o treinador do Beira-Mar gostou do jogo. Como é possível? A equipa não teve a posse de bola e raramente chegou perto da área da Naval. Pode-se dizer que teve organização defensiva. Na minha opinião, defender com 9 jogadores não se chama organização defensiva mas sim, e perdoem-me a expressão, retranca.

Pondo-me do lado do treinador, recordo-me de algumas palavras referidas ainda na pré-época, quando se queixava das limitações técnicas da equipa. Esse é o meu maior receio.

Facto 3: Braga (C), Marítimo (F), Sporting (C) e Benfica (F) são, por esta ordem, os próximos jogos do Beira-Mar...

quarta-feira, setembro 27, 2006

Naval - Beira-Mar


Para os interessados em assitir ao próximo jogo do Beira-Mar, a realizar-se nesta sexta-feira na Figueira da Foz, aqui ficam os contactos dos Ultra Auri-Negros que se encontram a organizar a deslocação. Todo o apoio é importante!

Jardel, dá-me a tua camisola (III)

Parece que começam a escassear as hipoteses de ter uma camisola do Jardel. Pelo menos uma da Legea... É que finalmente a Direcção parece estar a tomar uma posição firme em relação ao assunto, como hoje podemos ler aqui.

Contudo, há que referir que não basta acabar com a relação contratual. O SC Beira-Mar incorreu em graves danos e perdas financeiras pelo simples facto de não ter merchandizing disponivel aquando da contratação de Mario Jardel e situação que se prolonga até aos nossos dias.

Esta posição da Direcção vai no total encontro das pretensões que tantas vezes aqui exprimi, pecando só por tardia. É bom ver que Pensamos à Beira-Mar no caminho certo!

Acordo com Atlético Mineiro

Ontem surgiu a notícia um pouco descontextualizada acerca de um acordo que irá ser celebrado hoje entre SC Beira-Mar e o clube brasileiro Atlético Mineiro. Segundo o site oficial do SC Beira-Mar e o Diário Digital, o protocolo incidirá sobre a vertente desportiva e a formação. Ficamos à espera de mais pormenores, para também tentar perceber como pode o SC Beira-Mar lucrar (financeira e desportivamente) com esta parceria. Só então poderemos opinar sobre o assunto.

segunda-feira, setembro 25, 2006

Estatísticas

Não escondo, eu gosto de estatísticas. Não é por acaso que vibro com o Championship Manager ou ultimamente com o Football Manager. E não vou estar muito longe da verdade se disser que os restantes contributors deste blog também.

Como decerto já reparam, desde a primeira jornada que colocamos uma pequena estatística sobre dados relevantes da equipa de futebol do SC Beira-Mar. Vai ser importante quando tivermos que analisar a prestação da equipa mais á frente no campeonato.

Entretanto, gostava apenas de salientar a estatística do "Objectivo manutenção". Uma originalidade nossa para o futebol(pensamos) e muito baseada naquilo que se passa no basquetebol. COmo a sua interpretação não é simples à primeira vista, aqui fica a interpretação correcta a dar:

Estabelecemos um numero de pontos com os quais à partida a manutenção na Liga bwin é garantida. Fizemos a percentagem em relação ao máximo de pontos possível. Com isto, podemos sempre comparar a prestação até à jornada actual com o objectivo da manutenção. Claro que é algo simplista, mas parece-me útil.

domingo, setembro 24, 2006

2 jogos seguidos fora...

...significa dificuldades acrescidas para a equipa. Mas não só. Pela segunda semana consecutiva, há quem se veja privado do lanche dos intervalos no Municipal de Aveiro. Seria interessante saber a percentagem de "notáveis" que circulam pelos camarotes do EMA que são sócios do Beira-Mar, ou que tenham alguma vez feito algo pelo Clube.

Parabéns...

...aos Ultra Auri-Negros pelo seu novo site. Desde sempre que o seu contributo ao Clube tem sido importante, principalmente nos jogos fora de casa. Faço votos que a claque ganhe um novo fulgor que parece ter vindo a perder nos últimos tempos.

Porto 3 Beira-Mar 0

Não há muito a dizer. A primeira derrota do Beira-Mar este ano foi clara, e acima de tudo merecida. Confesso que esperava um jogo diferente. Do que tinha visto este ano, acreditava que o Beira-Mar poderia ter causado muitos mais problemas ao Porto do que os que causou. Uma jogada em todo o encontro parece-me manifestamente pouco. De qualquer forma, sejamos realistas. Não são estes os jogos que determinam a época do Beira-Mar. Que a prestação contra a Naval (esse sim um jogo para o nosso campeonato) seja melhor. E já agora, o resultado também...

sexta-feira, setembro 22, 2006

Força Beira!

Hoje à noite o SC Beira-Mar joga no Estádio do Dragão. Mário Jardel regressa a uma casa onde ganhou quase tudo. Inácio diz que quer discutir a vitória.

As condições ideais para que duas equipas ainda sem derrotas evidenciem um jogo atractivo de futebol.

Por mim, espero que vença o Beira-Mar, mas como já ouvi "se o Beira-Mar ganhar no Dragão, desce de divisão...", não sei bem que fazer...

Força Beira!

Liga Record Pensar à Beira-Mar

De acordo com o referido aqui, foram retiradas da competição as equipas "titulares fc" e "Bombástico FC". O critério de retirada das equipas foi a pontuação mais baixa das equipas comuns aos mesmos jogadores.

Relembramos novamente a importância dos jogadores se identificarem. Utilizem os comentários para o efeito.

De resto, parabéns ao pmic pela vitória na 1ª jornada.

quarta-feira, setembro 20, 2006

Jardel, dá-me a tua camisola ( II )

Excerto da reportagem sobre Jardel hoje no jornal A Bola:

"Quanto custa ao clube? Artur Filipe não revela, mas vai avançando que «está dentro do orçamento do Beira-Mar e ao nível dos outros atletas». O presidente aveirense garante, entretanto, que ficou «impressionado» com a mediatização que Jardel trouxe ao clube. «Se já vendemos muitas camisolas? Nem pensei nisso na altura, mas estou admirado com a mediatização que o clube ganhou. O Jardel é realmente um grande nome do futebol e estou feliz por lhe termos dado esta oportunidade. Muito feliz»."

A Bola, 20 de Setembro 2006

Eu digo quantas camisolas o Jardel vendeu. ZERO.

Jardel, dá-me a tua camisola!

Não me lembro de ver o Beira-Mar com tanto destaque na capa de um jornal há muitos anos. Nem sei se no dia em que vencemos a Taça de Portugal a capa não teria um reforço de um dos grandes em grande plano.

Certo é que Jardel atrai os media. E bem.

Falta é a materialização e capitalização deste activo do clube. Jardel não é só golos. Até porque parece que nem estes conseguem atrair mais publico...

Falta claramente merchandising. Não vale a pena fugir mais a esta questão. A Direcção falhou redondamente neste campo. Com ou sem culpa na questão dos equipamentos, não se compreende como à 3ª jornada ainda não se possa comprar material desportivo oficial do clube. É triste a realidade, mas a verdade é que qualquer clube de pequena dimensão da 4ª divisão inglesa (sei porque vi) dá aos adeptos a possibilidade de comprar a camisola do seu idolo com nome e numero estampado. Ainda para mais este ano em que a liga bwin tem tipo de letra e numero uniformizado (estilo Premiership...), com algumas excepções. Caso do Beira-Mar, cujo tipo de letra na camisola parece ser diferente...

Isto não são pormenores. São questões essenciais. São factores de receita muito importantes. E são factores de fidelização ao clube. Fala-se muito na concorrência dos 3 grandes. Pois bem, não basta dizer. Há que realmente impor-se como alternativa. Crescendo. Desenvolvendo-se. Tornando-se atractivo. Se desportivamente até parece no caminho certo, há que lançar bases para que fora de campo comece a emergir não só massa crítica, como também mais massa adepta fiel. Que encha o Estádio em momentos dificeis ou menos interessantes.

So que para já, a unica maneira de arranjar uma camisola do Jardel parece ser levar uma cartaz a dizer: "Jardel, dá-me a tua camisola!!"

segunda-feira, setembro 18, 2006

VERGONHA

No mínimo, inacreditável. O árbitro do União de Leiria - Beira-Mar da passada semana foi avaliado com 8,5 valores numa escala de 0 a 10. Citando o Vice-Presidente do Beira-Mar: "questionamo-nos se vale a pena andar no futebol". Mais pormenores podem ser lidos aqui.

Curiosidade

Vimos este fim-de-semana uma equipa perder graças a um golo marcado de forma irregular. Um jornal desportivo que atribui notas aos jogadores, deu nota mínima a esse avançado por ter utilizado batota para ter marcado o golo. Esse mesmo jornal, considerou na semana passada Sougou o melhor em campo frente ao Beira-Mar.

Moral da história: Para o jornal Record, simular contra o Beira-Mar não é batota. Contra o Sporting já é.

domingo, setembro 17, 2006

Faça-se sócio...

...e veja as portas de entrada limitadas a uma (ou duas) para que possa confraternizar durante largo periodo (incluindo o inicio do jogo), esperando para entrar largos minutos. Seja bilhete ou cartão de época. Este segundo com vantagens extra.

7.50 Eur de quota mais 5 Eur de bilhete de sócio, são entre 7.50 a 8.75Eur (consoante haja 2 ou 3 jogos por mês) por jogo para sócios. A diferença de preço para os lugares de não sócios corresponde a diferença de qualidade do serviço. Faz sentido, melhor serviço, menos confusão à entrada, menos tempo de espera, e até é mais perto do estacionamento... Para além de se poder levar quem se quiser a acompanhar, sem restrições inexplicáveis...

Compre o cartão de época...

...e ganhe como vantagem 10 minutos extra na fila para entrar no Estádio!

Apenas um Ecrã Gigante a funcionar e...

... nada de informação sobre a assistência no Estádio hoje contra o Estrela. Estando os torniquetes a funcionar (mais ou menos) bem, é dificil acreditar que não se saiba este número exacto.

Inegável é que estava menos público do que no jogo inicial da Liga bwin.

sábado, setembro 16, 2006

O público no estádio (II)

Alguns estudiosos andam a tentar descobrir porque o Beira-Mar não tem adeptos. Tudo isto porque no jogo frente ao Desportivo das Aves, registou-se uma assistência de pouco mais de 3000 pessoas. Foram avançadas algumas respostas, como a falta de identificação do clube com a cidade ou a "poligamia" clubística de Aveiro. Uma questão que me parece relevante em qualquer estudo e que não vi referido num artigo recente no Diário de Aveiro, é verificar se a realidade do Beira-Mar é diferente da verificada a nível nacional. A resposta é, obviamente, que não. Se compararmos as assistências do Beira-Mar com as dos restantes clubes da sua dimensão, o Beira-Mar está perfeitamente dentro dos padrões da nossa liga. O Setúbal colocou exactamente o mesmo número de espectadores num jogo da taça UEFA (com a atenuante do jogo ter sido realizado em Lisboa). Claro que achamos que é pouco. Mas a resposta para o problema está muito para além da marca Beira-Mar, mas sim no produto Futebol.

beiramar.pt

Curiosamente ainda na semana passada referiamos aqui a importância dos sites dos clubes. Esta semana, o Beira-Mar reformulou o aspecto do seu. De uma maneira geral, parece-me estar bem conseguido, com a informação acessível de um modo mais fácil.

Futsal - Apresentação

Hoje às 18:30h a equipa de Futsal do S.C. Beira Mar faz a sua apresentação aos sócios no Pavilhão do Alboi. Pela primeira vez na história do clube o Beira Mar tem uma equipa de Futsal representada nos campeonatos nacionais.
Vamos apoiar mais uma modalidade do clube!!

sexta-feira, setembro 15, 2006

Liga Record Pensar à Beira-Mar

Conforme já referido aqui, seria importante que os "proprietários" das equipas se identificassem. Para tal, podem fazê-lo através do nosso e-mail, ou através dos comentários do blog.

Voltamos a indicar que só é permitida uma equipa por jogador. Caso os jogadores não escolham qual a equipa que pretendem, será removida uma ao acaso.

A liga começa este fim-de-semana. Boa sorte a todos!

quarta-feira, setembro 13, 2006

Após dois jogos na bwin Liga...

...não consigo deixar de pensar numa velha máxima do basquetebol...

"O ataque pode ganhar jogos, mas a defesa ganha campeonatos"

terça-feira, setembro 12, 2006

Mosquitos por Cordas em Leiria!

Obviamente o destaque desta rúbrica dedicada aos momentos mais "quentes" das partidas só podia ir para a grotesca, animalesca e selvagem agressão do central do Leiria Valdomiro sobre Torrão já nos minutos finais.

Não se percebe como pode passar incolume tal atitude nem tão pouco se compreende como um profissional atinge um companheiro de profissão daquela forma, pondo em risco a sua integridade física.

Convenhamos, Valdomiro é que pos Torrão nas cordas ontem... Um verdadeiro KO digno de um encontro de KickBoxing... Vamos a ver se a Liga de Clubes lhe entrega o prémio devido pela vitória "no ringue"...

Ainda sobre o empate do Beira-Mar

As opiniões parecem ser consensuais. A ler, por exemplo, aqui, aqui ou aqui.

segunda-feira, setembro 11, 2006

União de Leiria 2 x Beira-Mar 2

Segundo jogo, segundo empate. Sem pretender entrar em análises táticas (há muitos blogs, e bem, que fazem esse papel), foi impossível não sair do jogo com uma sensação de injustiça. Se antes do jogo me perguntassem se o empate em Leiria seria um bom resultado, diria que sim. Depois do jogo, sabe claramente a pouco.

De uma forma sucinta, gostei muito dos primeiros 70 minutos. A equipa defendeu muitissimo bem, sem recuar no terreno, e muito esclarecida com a bola nos pés. Gostei do apoio de Emerson no "trabalho de sapa" a Diakité e de Wegnio, sempre incisivo na forma como atacava a defesa leiriense. A equipa jogava como um bloco chegando com alguma naturalidade ao 0-2. Da mesma forma que gostei como Inácio mexeu na primeira substituição, fiquei surpreendido quando, com 2 golos de vantagem, decide tirar Ratinho (até aqui tudo bem) para colocar Marco (!) em campo. Resultado, em 10 minutos sofremos 2 golos, sem qualquer tipo de necessidade.

Como no fim o que conta são os pontos, parece-me claro que em duas jornadas a equipa já deitou 4 pontos fora. Apesar de tudo, para quem viu o jogo, ficou a sensação que o Beira-Mar pode fazer uma época tranquila. A ver vamos, na próxima semana, frente ao Estrela da Amadora.

Nota: o trabalho do árbitro não foi, propositadamente, referido nesta análise.

Há massa crítica no Beira-Mar!

Foi a 12 de Julho que o primeiro post a Pensar à Beira-Mar surgiu. Agora, apenas 3 meses depois, atingimos as 2000 visitas.

O projecto, esse começou alguns dias antes, e a vontade muitos meses antes... Queremos continuar a fazer mais e melhor pelo Clube!

Parabéns a todos que nos presenteiam com a vossa presença e comentários!

Liga Record "Pensar à Beira-Mar"

Apesar de ainda continuar aberta a possibilidade de inscrever a sua equipa na nossa Liga privada, fica desde já aqui as 14 equipas que marcam presença na competição desta época.



NANDOS FC - Kobe (Francisco Dias)
ACDM Club - Ana Vieira
Os Condes da Vagueira - Eduardo Silva
F.C. Nandesca - Eng.º DeNeto (João Neto)
NeoLiberais FC - BaD (Carlos Martins)
Pedra Gorda Team - slboy_ohp
BART AC - Bart 33 ( Miguel Bartolomeu)
Atirei o Pau ao Gato FC - Cianto (André Paciência)
Lion King II - Rómulo Nicolau
Bwin Craques - Pimentinha21
Juve team - Tozé Vieira
Ripanarapakeka - Mister Dias (Joaquim Dias)
JO THE INDIAN - JOTHEINDIAN
Praça do Peixe 1 - Pitarma (Fábio Matos)


Boa sorte a todos!

PS.: Pedia a todos que se identificassem para que possamos todos saber contra quem estamos a jogar e assim poder discutir e vangloriarmo-nos nos momentos de vitória!

Beira-Mar entra hoje em campo!

Longe das polémicas dos números de assistência de jogos e sem a pressão de jogar em casa, o SC Beira-Mar vai apresentar-se hoje em Leiria com boas possibilidades de obter um bom resultado.

Espectativa para ver como a equipa se comporta e como se dispõe tacticamente fora de casa, especialmente tendo em conta a referência Mário Jardel no ataque.

Outro pormenor curioso é ver como uma cidade comparável com Aveiro como é Leiria leva tão poucos adeptos ao novo Estádio e comprovar como as críticas feitas ao nosso Clube devem ser sempre relativizadas...

Esperemos ver a primeira vitória do Beira-Mar já hoje !

sexta-feira, setembro 08, 2006

Clubes Online

O nível de um Clube pode ser medido das mais diversas formas. Um indicador que para mim me parece claro, é a forma como está presente na Internet. Ao procurar informação sobre os preços dos bilhetes para o próximo Leiria - Beira-Mar, lá acabei por ir parar ao site do União de Leiria. O site é claramente um exemplo do estado do Clube. O Leiria até pode ter uma boa equipa de futebol (nos últimos anos tem estado bem melhor que o Beira-Mar), mas o site é inacreditavelmente mau. Até o calendário é referente à época passada. Claro que informação sobre bilhetes nem vê-la. E depois andamos aqui todos a perguntar como é possível haver jogos com 500 pessoas a ver...

Neste aspecto, parece-me que o Beira-Mar tem um site bastante melhor conseguido, apesar de poder ser melhorado com algumas funcionalidades como, por exemplo, a loja amarela online. A própria comunicação com adeptos e associados beneficiaria e muito com a criação de uma newsletter. Mas cada coisa a seu tempo. Até ver, podemo-nos dar satisfeitos com o que temos.

Para os interessados, encontram-se na barra lateral do blog todos os sites dos clubes da Bwin liga.

quarta-feira, setembro 06, 2006

O Pavilhão cada vez mais dinâmico

Dá gosto ver o pavilhão do SC Beira-Mar no Alboi dinâmico, como há muito tempo não acontecia.

Resta saber como e em que condições vão coabitar duas secções claramente distintas como são o futsal e o basquetebol, agora que também há uma equipa sénior masculina de basquetebol... Certamente algumas prioridades vão ter que ser dadas... Vai ser tudo uma questão de gestão logistica e...bom senso.

O público no Estádio (reflexão a frio)

Não quis reagir a quente à notícia algo sensacionalista e certamente despropositada em termos de relevo em relação à assistência nos jogos do novo Mário Duarte. Até porque temos apenas...um jogo realizado!

É certo que mais vale prevenir, mas um jogo apenas é muito pouco para tirar conclusões que serão, necessariamente, precipitadas.

Eu disse aqui que não achei que 3110 fosse um mau número de espectadores no estádio, incluí mesmo no positivo da ronda inaugural.

O que não gostei particularmente na notícia foi o exagero à volta do número e de algumas reacções e menos em relação aos motivos por detrás dele que é, em última análise, o que mais interessa. Já nem vou falar nas citações enunciadas sem autor, porque não sendo jornalista (nem tão pouco pretendo ser) não tenho nada que me meter nas formalidades. Cabe-me apenas emitir a minha opinião para quem quiser ler. Também não vou certamente dar demasiada importância ao facto de os autores deste blog não terem sido incluidos naquelas reacções, mas que temos sido ultimamente umas das vozes mais activas na crítica construtiva ao Clube nos últimos tempos na blogosfera, disso parece-me que não haverá grandes dúvidas.

Indo agora ao cerne da questão, muitas das críticas que se ouve em relação ao preço dos bilhetes são fruto do que já aqui dissemos, ou seja, falta de informação dos sócios e adeptos. A facilidade de compra de bilhetes felizmente já não se encontra reduzida às bilheteiras do Estádio. Mais, os bilhetes são francamente mais baratos fora dos dias do jogo, ou seja, através compra antecipada dos ingressos. Uma modalidade ao que parece ainda desconhecida pelos sócios e simpatizantes. Não obstante, uma crítica possível, que até posso concordar em certa medida, são os preços dos topos, um lugar com menor visibilidade. Poderiam ser mais baratos. Mas a verdade é que a grande crítica parece vir dos não sócios. Ora, a política da Direcção parece claramente indicar o caminho certo, ou seja, conseguir mais associados, acentuando as vantagens desse acto e reflectindo-as no preço dos bilhetes.

A época ainda vai no início, pelo que ajustamentos serão necessários, mas parece tudo ir num caminho mais ou menos correcto. Mais: a direcção deve ter como objectivo maximizar as receitas de bilheteira em cada jogo, mais do que encher o estádio, sempre considerando obviamente a variável adicional que o apoio do público pode providenciar, influenciando a performance desportiva em campo. São então estas variáveis a considerar no momento da fixação dos ingressos. O marketing deve fazer o resto. Claro que ninguém pode obrigar as pessoas a assistir ao jogo, mas também se deverá entender que o jogo não é um espectaculo gratuito, nem pode ser.

Ainda para mais, este jogo com o Aves teve outras condicionantes. Desde logo, a transmissão televisiva e a consequente hora. Depois o mês em que se realizou o encontro. Neste ponto a Direcção reagiu de forma perfeita. A ver vamos o que acontece em meses "normais". Haja mais e melhor marketing e informação. E claro, vontade dos aveirenses (e quando falo em aveirenses, refiro-me à região!) em vir assistir ao jogo!

Equipa Sénior de Basket do SC Beira-Mar

terça-feira, setembro 05, 2006

Novo Aspecto

A ideia de criar este blog nasceu como que da noite para o dia. Três amigos cujo tema de conversa recaia frequentemente no Beira-Mar, quiseram partilhar na web as sua conversas, opiniões e "visões" do Beira-Mar. Por essa razão nunca houve uma prioridade com a imagem, mas sim com o conteúdo. Em virtude do crescente número de visitantes que temos vindo a assistir, e em função da disponibilidade dos autores, foi sendo desenvolvido o novo aspecto do Pensar à Beira-Mar.

Esperemos que seja do agrado de todos.

segunda-feira, setembro 04, 2006

As finanças do futebol português - I

Como está a saúde das finanças dos clubes em Portugal? Mal. Ou melhor, muito mal. Até aqui nenhuma novidade. Porque os clubes acumulam todos os anos prejuizo atrás de prejuizo? Esse é um indicador, mas não o principal. Pode parecer um contrasenso, mas um clube (ou empresa) pode ter uma situação equilibrada, mesmo que com resultados do exercício negativos (basta que se faça um investimento em determinada área para que os fluxos financeiros sejam temporariamente dirigidos para lá). A principal razão para a dramática (sim, é o termo) situação dos clubes, deve-se ao facto da sua actividade corrente ser altamente deficitária. Sem querer tornar o texto demasiado técnico, o que se passa em Portugal (confirmado anualmente pelo relatório publicado pela Delloite) é que as receitas correntes de um clube (bilheteiras, TV, quotizações e merchandising) são altamente insuficientes para fazer face às despesas correntes. E quando assim é, algo está muito mal. Por essa razão me pergunto: sendo este um mal geral, qual a razão para os clubes não se juntarem e debaterem os reais problemas do futebol português? Como gerar novas receitas, como levar mais gente aos estádios, como assumir o controlo dos horários dos jogos (sim, actualmente são os clubes reféns das televisões e não o contrário) etc. Ao invés, vemos o futebol português a dar constantes tiros nos pés com "casos Mateus" e "Apitos Dourados". Felizmente que o Beira-Mar sempre se tem mantido à margem destes casos, apesar dos efeitos serem devastadores para todos.

sexta-feira, setembro 01, 2006

Há mais gente a pensar à Beira-Mar

Um excelente post no novo blog O Arauto da Ria sobre que futuro para o nosso clube. A ler.